Acredite mãe empreendedora! Inovação e tecnologia é para você!


Quando falamos de tecnologia costuma vir à nossa mente algo como programadores ultra crânios, robôs trabalhando freneticamente, aquelas coisas de filme, algo difícil, caro e muitas vezes distante da nossa realidade. Na verdade trabalhar com inovação tecnológica pode ser muito mais fácil e acessível do que parece.

Comecei minha carreira na área de tecnologia convencional, mais especificamente na área de sistemas, uma área onde vemos poucas mulheres atuando, ainda mais na época em que comecei.

A questão já começa na faculdade, onde há uma proporção de 70% homens e 30% de mulheres, as quais muitas depois de formadas acabam não atuando na área.

Me perguntei muitas vezes o por quê disso, já que é uma área tão interessante, que possibilita atuação em diferentes segmentos de mercado, conhecer diversas regras de negócios que compõem os sistemas, participar de uma área desafiadora, bem paga e com um potencial de desenvolvimento de carreira incrível.

Olhei à minha volta e tentei perceber o que me fazia curtir tanto a área de tecnologia já que notei que poucas das minhas amigas tinham seguido essa profissão e consegui identificar algo na minha história que não identifiquei nas demais: estímulo a tecnologia desde criança.

Meu pai e meu avô sempre foram bastante modernos, me inseriram na tecnologia ainda quando eu era muito novinha com o uso dos primeiros computadores da família e depois vieram os videogames, que me cativaram por completo. Como eu gostava de videogame! Meu pai até apostava com os amigos uma partida entre eu e os filhos deles em Mortal Kombat, pois ele sabia que os amigos iriam achar fácil ganhar de uma menina e no fim eu ganhava mesmo! rs.

A modernidade do meu pai era tanta que quando eu fiz 15 anos ao invés de me dar uma festa de debutante no estilo princesa ele me deu uma moto!

Acredito que esse tipo de estímulo desde criança é fundamental para que as pessoas tenham mais visão e ampliem suas possibilidades. Não estou dizendo que é errado ter bonecas e ser princesa, mas as meninas poderiam ter acesso aos dois mundos e elas mesmas escolherem o que mais gostam. Hoje tenho uma filha de 8 anos que já adora videogame, tem até o próprio Drone de brinquedo e pilota o simulador super bem.

Acabei me interessando tanto que naturalmente resolvi seguir carreira na área de tecnologia, entrei na Faculdade de Tecnologia do Estado de SP (FATEC), trabalhei em grandes instituições renomadas mas não me sentia plena pois outra coisa que meu pai me fez desenvolver foi o desejo de empreender. Ele foi metalúrgico por muitos anos e quando decidiu empreender se encontrou, consequentemente me influenciando no mesmo caminho. Infelizmente acabou falecendo muito cedo, quando eu tinha 18 anos.

Enquanto trabalhava em um grande banco descobri que estava grávida e cheguei a pensar muito sobre como seria empreender nessa nova condição, sendo que a partir daquele momento seria responsável por uma nova vida, que necessitaria de uma certa estabilidade. Esse sentimento acabou aumentando quando depois de 2 anos do nascimento da minha filha eu decidi me divorciar.

Vejo muito acontecer isso também com outras mulheres, que acabam abdicando de seus sonhos pela família. A família é muito importante, sem nenhuma dúvida! Porém nós temos nossos desejos e uma vida para realizar também, não é porque viramos mães que precisamos desistir de nossos objetivos.

Existe sim uma forma de conciliar a vida profissional com a vida em família assim como muitos dos homens conseguem, sem abandonar os filhos. Ressalto, pelo menos de acordo com a minha experiência, a importância (principalmente no ínicio) do apoio de parceiros para garantir o bem estar dos pequenos nos momentos onde você não conseguirá estar com eles. Para quem tem a possibilidade de ter parentes próximos contar com a ajuda da mãe, marido, irmã, sogra, ajuda demais! Mas quem não tem não precisa deixar de tentar. Hoje temos até espaços de coworking onde as mães conseguem levar seus filhos ao trabalho. Contar esporadicamente com a ajuda de uma amiga também é opção! O que não pode é não tentar. O medo é importante pois nos torna mais prudentes, mas não pode nos paralisar.

Assim que a minha filha nasceu, saí do banco que eu trabalhava e entrei em outro grande banco onde algum tempo depois conheci meu atual sócio e marido, o Leonardo. Ele também tinha interesse em empreender porém essa minha vontade imensa acabou o “contagiando”.

Quando estava próximo de fazer meus 30 anos me deu um estalo: “Poxa, se eu fiquei procrastinando meu sonho até hoje, quando vou parar e tomar coragem de finalmente encarar o desafio?” Foi um grande marco na minha vida pois na hora que essa vontade me tomou eu senti que não dava mais para voltar atrás! Conversei com o Leonardo e falei que estava decidida a sair do banco e empreender. Fui totalmente apoiada por ele e juntos ficávamos fazendo brainstorm de ideias de negócios, pesquisando, analisando mercados.

Então em 2014, identificamos que os Drones tinham um excelente potencial de mercado, até então pouquíssimo explorado no Brasil. Era a nossa chance de atuar com algo muito inovador e ainda dentro do nosso expertise de tecnologia.

Durante nossa fase de estudos e modelagem do negócio, tivemos a felicidade de apresentar um pitch no Startup World da Feira do Empreendedor do Sebrae, o qual vencemos como a melhor ideia de negócios de tecnologia para agricultura. A partir daí tivemos a possibilidade de ser mentorados na Escola de Negócios do Sebrae, instituição essa em que associamos até hoje como fator de sucesso da nossa empresa.

Assim nasceu a Futuriste, uma empresa que desenvolve o mercado brasileiro de Drones, referência em treinamentos e contando também com vendas, customização de Drones e área de P&D, onde evoluímos além das aplicações atuais desenvolvendo soluções inovadoras utilizando Drones.

Durante a DroneShow 2017, maior feira de Drones da América Latina, fomos a empresa de Drones com maior número de indicações no prêmio com votação aberta ao público TOP 3 MERCADO DE DRONES, indicados na categoria: Melhor empresa para se trabalhar, Melhor presença online, Empresa mais lembrada em prestação de serviços e Profissional do ano: Eu, Raquel Molina, a primeira mulher da história a compor a lista.

Também sou palestrante do tema Drones e Inovação, além de mentora de Startups em projetos do Sebrae. Prestamos serviços para grandes clientes como empresas de seguros, de tecnologia, de engenharia, universidades públicas, concessionárias de rodovias e outras. Também temos parcerias importantes com empresas do porte da Canon, Bentley Systems, T-Systems, PWC, FIAP e Walmart.

Para quem não conhece o potencial deste equipamento incrível, os Drones são muito versáteis e podem carregar desde uma câmera até um braço robótico. Suas principais aplicações são para foto e filmagem Aérea, eventos, turismo, publicidade, cinema e tv, inspeções de infraestruturas, engenharia e arquitetura, agricultura, logística e estão totalmente inseridos no conceito de Smart Cities.

Falando em inovação tecnológica posso garantir que está muito mais acessível e fácil de utilizar. É possível iniciar um negócio de Drones hoje com menos de R$ 10.000,00, incluindo os treinamentos. Para dar exemplo de outro segmento bacana: é possível investir em uma impressora 3D com um valor muito próximo de R$ 10.000,00 possibilitando um trabalho bem profissional. Conheci em um evento recentemente uma moça que personalizava brindes, troféus e itens de eventos em impressoras 3D, achei muito bacana! A intenção aqui é realmente desmistificar que atuar com inovação tecnológica não é para qualquer um, que é caro e que é só coisa do futuro.

Atualmente contamos com menos de 10% de mulheres na nossa base de alunos e as nossas alunas, mesmo sendo poucas, se saíram muito bem na pilotagem dos Drones, realizaram os movimentos de forma bem refinada e foram muito cuidadosas.

Na verdade fico muito contente quando vejo mais mulheres na área de tecnologia, que servirão de exemplo para diversas outras mulheres, inclusive em áreas diferentes onde muitas vezes elas são desacreditadas.

Revendo hoje toda a minha trajetória muito fico satisfeita em ver como valeu a pena! O quanto eu aprendi e amadureci ao longo desses anos não tem preço e a felicidade de realizar seu sonho é igualmente impagável.

Agradeço muito à minha mãe e à minha avó pelo apoio e tenho certeza que meu pai e meu avô estariam muito orgulhosos de tudo o que conquistamos na Futuriste. Tenho certeza que para qualquer mulher imaginar que o foi conquistado hoje ficará para os filhos, que fará a diferença para as pessoas que trabalham nas nossas empresas e desenvolverá a sociedade com certeza faz a gente ter vontade de fazer ainda mais.

Raquel Molina, co-fundadora e CEO da empresa de drones Futuriste Tecnologia. Palestrante sobre o tema Drones e Inovação. Mentora de Startups em projetos do Sebrae. É considerada a primeira mulher instrutora de Drones do Brasil e a única mulher atualmente a compor a lista TOP3 Profissionais do Ano no Setor de Drones - 2017

Site: www.futuriste.com.br

Contato: contato@futuriste.com.br

#protagonismofeminino #inovação #tecnologia #inpiração #maesempreendedoras #mamãee #drones

0 visualização

Tel: (11) 942352721

contato@b2mamy.com.br

Rua Mateus Grou, 576 Pinheiros - São Paulo - Sp

Use as # nas redes sociais

#b2mamy

#b2manas

#soulb2mamy

#juntasomoscasa

#botaelasnopalco

#fightlikeamother

#vemprab2mamy

#casab2mamy

Nos acompanhe

  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone YouTube
  • Whats App

Operações Suspensas Temporariamente - COVID-19

Com base nas mais recentes atualizações de políticas da B2Mamy e em consideração à saúde e segurança pública em geral, decidimos fechar a Casa B2Mamy e suspender todos os eventos abertos ao público até novo aviso.

Assine a nossa newsletter
Whatssap.png