top of page

Gestão de tráfego pago: fazer ou não fazer?

Atualizado: 7 de mar. de 2023



Quando entrei no ramo de gestão de tráfego pago em 2019 eu não tinha ideia da potência que essa ferramenta pode fazer.


Sim sim, existe a importância, aliás super importância, do tráfego orgânico: produzir conteúdo, reels, stories, feed, aquela loucura toda. Mas quer mostrar todo seu conteúdo para mais pessoas? Pessoas que não te conhecem, que nunca ouviram falar de você mas podem virar um potencial cliente? É aí que entra o tráfego pago.


Uma forma simples de explicar é assim: você montou seu site e contou pra sua família e seus amigos… cric cric seu site entra nas moscas, ninguém sabe da existência dele.


Você resolve então investir em ferramentas de tráfego pago como Google, Facebook e Instagram e seu site vira tipo a 25 de março. E o mais incrível é que você consegue escolher o tipo de público que vai entrar no seu site.


Eu quero só mulheres, quero só mães ou quero só homens, enfim, você escolhe o tipo de público que vai entrar no seu site já que ele é o tipo de público alvo para o seu produto! Aí que maravilha!


E a inteligência dessas ferramentas vão além, elas sabem identificar o momento de compra de cada pessoa, esses algoritmos malucos sabem mostrar o anúncio certo na hora certa, pra pessoa certa.


Acho que deu pra entender como amo fazer gestão de tráfego pago, como sim dá pra ter resultados satisfatórios com essas ferramentas e revolucionar qualquer negócio.


Então se você está querendo aparecer para mais gente, aumentar suas vendas, se tornar mais conhecido, aí está um excelente caminho.


Texto escrito pela B2Mana Simone Martinez


Mãe de 2 meninas e 1 dog, Engenheira, MBA em Gerenciamento de Projetos, Especialista em Anúncios Pagos para E-commerce.



Comments


bottom of page